Perguntas Frequentes

1 - Qual a localização dos parques fabris da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos?

Resposta: A matriz em Itu, SP, fica na Avenida Primo Schincariol, 670, Jardim Oliveira, CEP: 13312-250; enquanto a filial em Três Lagoas, MS, localiza-se na Avenida Dois com Avenida Cinco s/n, Distrito Industrial, CEP: 79601-970.

2 - Em quais telefones posso entrar em contato com a Cobrecom Fios e Cabos Elétricos?

Resposta: Os contatos telefônicos da empresa são (11) 2118-3200 e 0800-7023163. Através deles é possível falar com o departamento comercial e também tirar suas dúvidas sobre os produtos da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos.

3 - Qual o nome da linha de cabos não halogenados da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos?

Resposta: A linha de cabos não halogenados da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos é a Superatox. Ela é formada pelo Cabo Superatox Flex 70º C, que é indicado para tensões de 450/750 V e o Superatox HEPR 90º C para 1, 2, 3 e 4 condutores. Todos são fabricados com a mais alta tecnologia e são garantia de segurança e qualidade em sua instalação elétrica. Ambos são recomendados para locais com grande circulação de pessoas ou com difíceis rotas de fuga como teatros, estádios, cinemas, shopping centers, prédios comerciais e residenciais, escolas, hospitais, entre outros, conforme recomendado pelas normas NBR 5410 e 13570 da ABNT.

4 - Qual é a principal diferença entre o fio rígido e os cabos elétricos?

Resposta: Na verdade existe uma única diferença entre os dois materiais, que é a flexibilidade dos cabos elétricos, que permite uma instalação mais simples e rápida. Também é importante ressaltar que ambos os produtos possuem a mesma capacidade de corrente desde que sejam utilizadas as mesmas seções nominais, isto é, um fio de 1,5 mm² e um cabo flexível de 1,5 mm² possuem a mesma capacidade de condução de corrente.

5 - O que a norma NBR 5410 determina?

Resposta: A norma NBR 5410 – Instalações Elétricas de Baixa Tensão da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) é a que determina as regras para o projeto, instalação e manutenção das instalações elétricas de baixa tensão. Ela estabelece condições mínimas para as instalações elétricas com o objetivo de garantir o seu funcionamento adequado e a segurança das pessoas e do imóvel.

6 - Além de serem fabricados de acordo com a NBR 5410 da ABNT, os fios e cabos elétricos de qualidade também devem ter algum tipo de certificação?

Resposta: Sim. É a certificação compulsória do Inmetro, que atesta que os fios e cabos elétricos passaram por testes de qualidade e de segurança.

7 - É verdade que a instalação elétrica em 220 V gasta mais energia elétrica que a instalação em 110 V?

Resposta: Não, o consumo de energia elétrica é o mesmo em instalações elétricas em 110 e em 220 V.

8 - Em uma instalação elétrica que tenha circuitos em 110 e em 220 V, é verdade que somente o choque elétrico em 220 V pode ser fatal?

Resposta: Não, em ambos os casos o choque pode ser fatal.

9 - Qual a função do aterramento?

Resposta: Proteger as pessoas que utilizam o imóvel contra descargas que poderão ocorrer durante a utilização de seus equipamentos e eletrodomésticos.

10 - Qual é a durabilidade média dos fios e cabos elétricos?

Resposta: Em condições normais de trabalho, os fios e cabos elétricos duram aproximadamente 25 anos.

11 - Quais são as cores que podem ser usadas para identificação dos fios e cabos elétricos?

Resposta: Azul claro para o neutro, verde ou verde com listras amarelas para o fio terra e qualquer outra cor que não as anteriores para o fio fase

12 - O Display Metrocom é ideal para qual tipo de consumidor?

Resposta: O material é recomendado para qualquer loja do varejo que tenha interesse em aumentar suas vendas ao comercializar fios e cabos elétricos de forma fracionada, ou seja, venda por metro. Além disso, o Display Metrocom amplia a margem de lucro por causa da venda fracionada, reduz a sobra de fios e cabos elétricos e tem baixo investimento de aquisição.

13 - Os disjuntores devem ser compatíveis com os fios e cabos elétricos?

Resposta: Sim, pois caso contrário o disjuntor desarmará o circuito elétrico toda hora, impedindo o funcionamento dos aparelhos elétricos.

14 - Por que o uso de benjamins não é recomendado?

Resposta: Porque ele pode sobrecarregar o circuito elétrico, resultando no aquecimento dos fios e cabos, no aumento no consumo de energia e até mesmo em sobrecargas e curtos-circuitos.

15 - Quais são fios e cabos elétricos mais indicados para as instalações elétricas de baixa tensão?

Resposta: Em instalações elétricas de baixa tensão são indicados os fios e cabos elétricos produzidos com cobre de alto grau de pureza, que possuem certificação compulsória e selo do Inmetro e que são fabricados de acordo com as normas NBR 5410 da ABNT.

16 - O Cabo de Controle é indicado para quais aplicações?

Resposta: Para circuitos de comando e controle de instalações elétricas industriais e comerciais e é usado para acionar equipamentos industriais e painéis, através de sinais ou alimentação em instalações fixas.

17 - O Cabo de Controle está disponível em quais versões?

Resposta: O cabo de controle pode ser encontrado nas versões com 5 – 7 – 10 – 12 – 16 – 20 e 25  condutores com seções nominais 0,5; 0,75; 1,0; 1,5 e 2,5 mm².

18 - Por que o Cabo PP Flexicom 500 V não pode ser aplicado em instalações fixas como em canteiro de obras, na montagem de estandes ou em obras transitórias?

Resposta: Porque as características e propriedades físicas, químicas e mecânicas dos cabos PP são completamente diferentes dos cabos especificados em instalações fixas. O material também não é antichama. Além disso, desde a última revisão da NBR 5410 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que está em vigor desde 2004, está proibida a utilização desse produto em qualquer instalação fixa como canteiros de obras e estandes de feiras. Segundo a Cobrecom Fios e Cabos Elétricos, para quem não está acostumado a lidar com materiais elétricos diariamente é muito fácil confundir os cabos PP com os recomendados para a instalação fixa, pois eles são visualmente parecidos. Porém, os usados para ligação de equipamentos são mais frágeis por terem resistência mecânica menor que os demais, o que pode ocasionar em danos frequentes na cobertura e isolação, aumentando assim as possibilidades de fugas de correntes, choques elétricos e incêndios.

19 - Para qual aplicação o Cabo PP Flexicom 500 V para 2, 3 e 4 condutores é indicado?

Resposta: O produto é recomendado para tensões nominais até 500 V. Além disso, é indicado para a alimentação de aparelhos eletrodomésticos, máquinas e ferramentas elétricas portáteis, que requerem um cabo de alta flexibilidade e resistência à abrasão. O cabo está de acordo com as normas NM-247-53 da ABNT e NBR NM 280 da ABNT/Mercosul e pode ser encontrado nas seções nominais 2 x 0,5 mm², 2 x 0,75 mm², 2 x 1 mm², 2 x 1,5 mm², 2 x 2,5 mm², 2 x 4 mm², 2 x 6 mm², 3 x 0,5 mm², 3 x 0,75 mm², 3 x 1 mm², 3 x 1,5 mm², 3 x 2,5 mm², 3 x 4 mm², 3 x 6 mm², 4 x 1 mm², 4 x 1,5 mm², 4 x 2,5 mm², 4 x 4 mm², 4 x 6 mm².

20 - Por que devo sempre comprar fios e cabos elétricos com as seções nominais especificadas pelo engenheiro eletricista?

Resposta: Porque ao utilizar fios e cabos com as seções corretas, você terá uma instalação segura e sem os riscos de ter gastos a mais com a conta de luz por causa do aquecimento do material ou por fugas de correntes.

21 - Quais são os produtos da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos com isolação em PVC (Cloreto de Polivinila)?

Resposta: Entre os produtos da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos com esse tipo de isolação estão o Cabo Flexicom Antichama, o Cabo Multinax, os Cabos Cobrenax e o Cobrenax Flexível, o Cabo PP, o Cordão Paralelo e o Cabo Plastisolda.

22 - Quais são os produtos da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos com isolação em HEPR?

Resposta: A Cobrecom Fios e Cabos Elétricos disponibiliza os seguintes produtos com isolação em HEPR: Cabo GTEPROM Flex HEPR, Cabo GTEPROM Rígido, Cabo Multinax Flex HEPR e Cabos Superatox Flex HEPR.

23 - Quais são os produtos da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos com isolação em XLPE?

Resposta: Os produtos da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos com isolação em XLPE são os Cabos Compex Rígido Compactado 90º C e o GPEX Flex 90º C.

24 - Ao realizar qualquer tipo de serviço com a instalação elétrica, posso reaproveitar materiais?

Resposta: Não. Ao utilizar fios e cabos elétricos com emendas, torções, esmagamentos e falhas na sua isolação, por exemplo, o resultado será o aquecimento dos condutores, o que culmina em problemas como maior consumo de energia, sobrecargas, quedas constantes dos disjuntores e até mesmo curtos-circuitos e incêndios.

25 - Todos os fios e cabos da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos passam por testes de qualidade?

Resposta: Sim.  A Cobrecom Fios e Cabos Elétricos tem como grande diferencial a busca pela segurança e qualidade de todos os seus produtos. Suas duas modernas unidades fabris em Itu, SP, e Três Lagoas, MS, contam com tecnologia de ponta para garantir a excelência de seus produtos, que são fabricados com cobre de alto grau de pureza para fins elétricos. Além disso, as duas fábricas também possuem um laboratório técnico bem estruturado. Cada um deles conta com todos os equipamentos necessários para a realização dos testes, além de funcionários treinados para a execução desses testes que são exigidos pelas normas técnicas de cada tipo de produto.

26 - Quais são os testes que são realizados nos fios e cabos elétricos?

Resposta: Entre os testes que são realizados estão os:

Dimensionais: que conferem se estão corretos os diâmetros externos do produto, do condutor, assim como as suas espessuras.

Físicos e mecânicos: são testados o alongamento do condutor e da sua isolação e cobertura.

Elétricos: são checadas a tensão aplicada e as resistências elétricas e de isolamento.

27 - Qual a principal vantagem dos Materiais Encartelados ‘Medida Certa’?

Resposta: Seu ponto forte é o fato de ser uma opção bem econômica para quem compra, pois o consumidor pode adquirir os cabos elétricos na medida de suas necessidades. Além disso, o material permite para o lojista mais rentabilidade com a venda fracionada.

28 - Como são expostos os Materiais Encartelados ‘Medida Certa’?

Resposta: Eles são expostos nas lojas em Displays Expositores de forma organizada e funcional. Suas embalagens são em Blister de plástico PET e possuem informações técnicas dos produtos para facilitar o consumidor a decidir pela compra em função da aplicação.

29 - Qual produto vem em cada embalagem dos Materiais Encartelados ‘Medida Certa’?

Resposta: Cada embalagem contém 15 m de Cabo Flexicom Antichama 450/750 V, nas seções nominais entre 1,5 e 6 mm² e nas cores azul, preto, vermelho e verde.

30 - O que é um cabo unipolar?

Resposta: É um cabo dotado de cobertura.

31 - O que é um cabo multipolar?

Resposta: É um produto formado por dois ou mais cabos e que possui, no mínimo de cobertura.

32 - O que é a cobertura de um fio ou cabo elétrico?

Resposta: É um invólucro externo não metálico e contínuo sem função de isolação e que tem a função de proteger o fio ou cabo contra influências externas.

33 - O que é circuito elétrico?

Resposta: É o conjunto de equipamentos que recebem energia elétrica de uma mesma fonte e que são protegidos pelos mesmos dispositivos de seccionamento e proteção.

34 - O que são condutores elétricos?

Resposta: São produtos metálicos, isolados ou nus, utilizados para transportar energia elétrica ou     transmitir sinais elétricos.

35 - Para que serve o condutor de proteção?

Resposta: Ele é prescrito em certas medidas de proteção contra choques elétricos e destinado a interligar eletricamente massas, elementos condutores estranhos à instalação, barra de aterramento e/ou pontos de alimentação ligados a terra. Tem a função de desviar as correntes de fuga dos componentes da instalação e/ou dos aparelhos eletrônicos para a ‘terra’. Sua instalação é obrigatória em todos os circuitos e, no caso de identificação por cores, os condutores de proteção devem ser identificados pelas cores verde ou verde com listras amarelas.

36 - O que é condutor neutro?

Resposta: É o condutor ligado permanentemente ao neutro do sistema de alimentação externo e capaz de contribuir para o transporte de energia elétrica.

37 - O que é condutividade elétrica?

Resposta: É a capacidade que um material tem de conduzir corrente elétrica.

38 - Para que servem os condutos?

Resposta: Os condutos são canalizações destinadas a conter condutores elétricos. Eles podem ser abertos que são aqueles em que há acesso direto aos fios e cabos elétricos após sua instalação, tais como as bandejas; ou fechados, tais como os eletrodutos e as eletrocalhas (que possuem tampa), e somente há acesso aos condutores em caixas ou mediante a remoção de tampas.

39 - O que é corrente de fuga?

Resposta: É a corrente de condução que por causa de um isolamento mal feito ou imperfeito, percorre um caminho diferente do previsto. Ela pode ocasionar perdas de energia, que proporcionam aumento na conta de energia elétrica, além de poderem provocar choques elétricos.

40 - O que é corrente elétrica?

Resposta: É o movimento de cargas elétricas dentro de um condutor em um determinado tempo e sua medida é o ampère (A).

41 - O que é potência elétrica?

Resposta: É uma grandeza física que mede a energia que está sendo transformada na unidade de tempo. Ela é calculada pela multiplicação da tensão elétrica pela corrente elétrica que percorre um circuito ou uma instalação.

42 - O que é queda de tensão?

Resposta: É a diferença entre as tensões existentes em dois pontos ao longo de um circuito em que há corrente elétrica. Quando ocorrem acima dos valores especificados com frequência comprometem o funcionamento dos equipamentos elétricos.

43 - O que é seção nominal?

Resposta: É o valor atribuído a um determinado condutor elétrico que está diretamente relacionado com a resistência ôhmica máxima do condutor a 20ºC e da resistividade elétrica do material. A seção nominal não tem correspondência direta com a seção transversal do condutor obtida a partir da medição do diâmetro. É expressa em milímetros quadrados.

44 - Os rolos dos fios e cabos elétricos possuem quantos metros de fio ou cabo elétrico?

Resposta: Cada rolo possui 100 metros.

45 - Quais são as vantagens da Embalagem Plástica Termoencolhível?

Resposta: Além de ser um material 100% reciclável, a embalagem plástica termoencolhível tem como grande diferencial a facilidade ao trabalho de instalação dos condutores elétricos, já que o eletricista pode puxar vários cabos de uma única vez ao passa-lo nos conduítes. Além disso, a embalagem foi planejada de forma para que os fios e cabos não embaracem quando puxados e também permite que em caso de sobras, o produto fique guardado de forma organizada até o próximo uso, ou seja, evita possíveis desperdícios. Isso é possível porque as embalagens são seladas automaticamente e têm em sua parte superior um picote, que mesmo depois de aberto permite que as sobras fiquem bem armazenadas no pacote. Entre os produtos da Cobrecom Fios e Cabos Elétricos disponíveis em rolos de 100 m com embalalagem plástica termoenclhível estão o Fio Sólido, o Cabo Flexicom Antichama, a Linha de Cabos Superatox, o Cordão Paralelo e o Cabo PP.

46 - Por que NUNCA devem ser utilizados os fios e cabos elétricos ‘desbitolados’?

Resposta: Porque os condutores elétricos ‘desbitolados’ são materiais irregulares e apresentam uma série de riscos para qualquer instalação elétrica. Eles possuem baixa qualidade e menor quantidade de cobre que o exigido pelas normas técnicas da ABNT e, por isso, eles não conduzem plenamente a corrente elétrica necessária para o circuito em que foi instalado. Além disso, apresentam isolação comprometida pela utilização de PVC de baixa qualidade ou até mesmo PVC produzido para fins não elétricos. Por serem subdimensionados, os fios e cabos ‘desbitolados’ também resultarão em sobreaquecimento e as consequentes perdas de energia e o aumento na conta de luz. Outros problemas que aparecem com a escolha por esses materiais são: o aumento da possibilidade de curtos-circuitos e incêndios, a queda constante dos disjuntores, a falta de garantia por parte do fabricante e a compra de menor quantidade de fios e cabos, já que os rolos dos condutores ‘desbitolados’ chegam a ter até 15% menos que os homologados que são vendidos exatamente com 100 m.

47 - Qual a temperatura máxima que os condutores elétricos com isolação em PVC (Cloreto de Polivinila) suportam?

Resposta: A isolação em PVC tem classe térmica, que em condição de regime permanente, pode suportar temperatura de operação de até 70º C. Esse tipo de isolação é utilizado em produtos que são indicados para circuitos de alimentação e distribuição de energia em instalações elétricas residenciais, industriais e comerciais de baixa tensão com até 1.000 V.

48 - Quais são os pontos fortes da isolação em EPR (Borracha etileno-propileno)?

Resposta: Entre as vantagens desse material estão a excelente rigidez dielétrica e a grande flexibilidade do produto final, até mesmo em temperaturas relativamente baixa. Além disso, possui boa resistência à água e aos agentes químicos. E sua classe térmica permite que em condição de regime permanente os fios e cabos elétricos com essa isolação possam aquecer até 90º C durante a passagem de energia elétrica. Também possui uma ótima resistência às descargas e radiações ionizantes e grande resistência à deformação que permite temperaturas de 250º C durante os curtos-circuitos.

49 - A isolação em HEPR é uma variação da em EPR? Quais são as suas vantagens?

Resposta: Sim. A isolação em HEPR possui as mesmas características do EPR, sendo que a principal diferença fica por conta do processo de aplicação do material em fábrica. Ambas as isolações são bastante flexíveis e fáceis de trabalhar. Também são praticamente isentas do fenômeno ‘treeing’, que são arborescências que se formam no material isolante, que provocam descargas parciais e deterioração do material isolante. Além disso, a isolação em HEPR permite temperaturas de até 90º C em regime permanente, 130º C em caso de sobrecarga e 250º C quando em curto-circuito.

50 - Quais são as características dos condutores elétricos com isolação em XLPE?

Resposta: Os cabos com essa isolação são mecanicamente bastante resistentes inclusive ao impacto. Essa isolação também tem excelente rigidez dielétrica, suporta 90º C de temperatura em regime permanente, resistência à deformação térmica em temperaturas de até 250º C. Também suporta bem o contato com as intempéries.

51 - Quais são os diferenciais dos fios e cabos elétricos com isolação com Compostos não Halogenados?

Resposta: Esses compostos podem ser fabricados para classes de temperatura em regime permanente de 70º C ou 90º C. Outro diferencial é que não propaga chama e por não ter halogênio (cloro) em sua composição, durante sua combustão emite pouca fumaça e sem a presença de gases corrosivos e tóxicos. Por isso os cabos com esse tipo de isolação são indicados para locais com alta densidade de ocupação e lugares com difíceis rotas de fuga, como estádios, hospitais, grandes prédios comerciais, entre outros. A Cobrecom Fios e Cabos Elétricos possui produtos como o Cabo Superatox Flex 70º C, na qual a isolação em material não halogenado suporta uma temperatura de trabalho de até 70º C; e o Cabo Superatox Flex HEPR 90º C para 1, 2, 3 e 4 condutores, cuja isolação do cabo é feita em HEPR para que ele possa suportar uma temperatura de trabalho de até 90º C e a sua cobertura é feita em material não halogenado.